28/01/2019
ANTT muda fórmula de cálculo da tabela de frete

A diretoria da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) aprovou o relatório de audiência pública e a minuta de resolução que tratam sobre o piso mínimo do frete rodoviário em todo o país. A proposta estabelece uma nova fórmula para o cálculo do frete, que foi desenvolvida em parceria da agência com a Fundação de […]

A diretoria da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) aprovou o relatório de audiência pública e a minuta de resolução que tratam sobre o piso mínimo do frete rodoviário em todo o país.

A proposta estabelece uma nova fórmula para o cálculo do frete, que foi desenvolvida em parceria da agência com a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz, entidade ligada à USP (Universidade de São Paulo). A decisão foi parte da 818ª reunião do colegiado da ANTT, realizada nesta terça-feira (16), em Brasília.

A fórmula em vigor até então, que definiu os valores anteriores do frete, era provisória. O novo cálculo é mais preciso, levando em conta variáveis que não eram até então consideradas. A proposta colocada em audiência pública reduzia o valor de tabela da maior parte dos fretes e foi motivo de reclamação de caminhoneiros.

Em entrevista na posse do novo presidente do BNDES, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que a próxima atualização do piso mínimo, na semana que vem, deverá ser feita com base nessa nova planilha. Segundo ele, após a audiência, foram feitos ajustes e os valores estariam adequados, com apoio de embarcadores e caminhoneiros.

Endereço:

Avenida Cidade Jardim, 400 - 2º andar
Itatim Bibi, São Paulo - SP, 01454-000

Telefone:

11 2371 6002

e-mail:

contato@queirozmaluf.com.br